A Just não solicita nenhum tipo de pagamento antecipado para empréstimos. Confira nossas dicas de Segurança e se tiver qualquer dúvida, entre em Contato.
Dicas e Finanças

Reserva de emergência: o que é e como funciona

Publicado em:

por-que-é-importante-fazer-uma-reserva-de-emergencia

Imprevistos podem acontecer a qualquer momento, principalmente quando se fala em finanças, por isso é muito importante saber administrar o seu dinheiro. Mas será que todo mundo coloca isso em prática? De acordo com uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) no primeiro semestre de 2020, não.

O estudo aponta que 48% dos brasileiros não controla o próprio orçamento, seja porque confiam na própria memória para controlar as despesas (25%), não registram nenhum dos seus ganhos e gastos (20%) ou porque delegam essa função para terceiros (2%). Mesmo entre aqueles que realizam um controle efetivo de suas finanças (52%), a frequência com que anotam e analisam suas despesas fica a desejar.

Para evitar dor de cabeça no fim do mês, fazer uma reserva de emergência é muito importante. Nesse artigo vamos explicar tudo sobre essa maneira de poupar que pode te ajudar a ter maior liberdade financeira.

O que é uma reserva de emergência

A reserva de emergência é uma quantia de dinheiro que você guarda para usar somente em momentos de necessidade, ou seja, é uma primeira saída antes de recorrer a créditos ou empréstimos. Desse modo, ter o dinheiro poupado pode ajudar em momentos de imprevisto financeiro, mas principalmente evita que você termine o mês no vermelho.

Para iniciar esse planejamento, o primeiro passo é organizar todos os ganhos e gastos para saber por onde você pode começar a economizar. Já falamos sobre a planilha financeira aqui no Just Explica e inclusive disponibilizamos um modelo completinho para você começar a se organizar, é só acessar e fazer o download!

Quais são os benefícios

A principal vantagem da reserva de emergência é evitar que as dívidas sejam feitas. Geralmente quando as contas chegam e não fecham com orçamento mensal, o débito é iniciado e, se não tiver cuidado, pode ficar cada vez maior. Caso tenha poupado, você vai ter a quantia necessária para ficar tranquilo nestes momentos de contratempo.

Essa segurança também traz como benefício adicional o bem-estar. Ninguém nunca sabe o que está por vir quando o assunto é finanças, e esse planejamento vai fazer você se sentir mais protegido financeiramente e mudar a forma como você lida com a vida - mudanças de emprego, por exemplo, vão ser menos intimidadoras, já que você sabe que tem como se manter durante o período de transição.

No entanto, uma das maiores vantagens da reserva de emergência é a possibilidade de conseguir fazer um planejamento financeiro pensando em seus objetivos. Planos como uma casa, um carro ou até uma viagem com toda a família se tornam possíveis quando você aprende a poupar um pouco todos os meses.

Como fazer uma reserva de emergência

Então, você já entendeu os princípios básicos da reserva de emergência, mas como colocar isso em prática? Como dito anteriormente, a primeira etapa é a organização financeira. Com a ajuda da nossa planilha, tente identificar gastos desnecessários para cortá-los ou ao menos reduzi-los.

Além disso, o ideal é planejar todas as aquisições que você fizer, evitando compras por impulso e/ou parceladas: pode parecer leve na hora, mas os vários gastos pequenos vão se acumulando e os pagamentos mensais acabam comprometendo seu orçamento. Seguindo essas dicas, você vai começar a economizar um pouco todo mês mantendo sempre em mente a finalidade desse dinheiro.

A maioria dos economistas afirma que o valor ideal para ter na reserva de emergência é a quantia que você gasta com as contas entre 6 meses e 1 ano. Para fazer essa conta é só somar gastos fixos e variáveis de todos os meses, o que inclui aluguel, condomínio, luz, alimentação, transporte e até cartão de crédito, e multiplicar pelo número de meses. Sabendo o valor total, fica mais fácil de se organizar para alcançar o objetivo final!

Just Explica

Dicas e informações sobre Empréstimo e Finanças!

A Just, incluindo suas marcas e domínios, é uma plataforma de contratação de empréstimos pessoais operacionalizada pelo Banco Votorantim S.A., Av. das Nações Unidas, 14171, Torre A, 8° andar, Conj. 82 - Vila Gertrudes CEP: 04794-000 - São Paulo/SP | CNPJ: 59.588.111/0001-03.

  • SAC Just - Para atendimento geral e reclamações - Disponível de 2ª a 6ª feira, das 09h às 18h, exceto feriados: 0800 777 8996
  • Ouvidoria BV - Disponível de 2ª a 6ª feira, das 09 às 18h, exceto feriados: 0800 707 0083
  • Atendimento para deficientes auditivos - Disponível de 2ª a 6ª feira, das 07 às 22h, exceto feriados nacionais: 0800 701 8661.

Empréstimo pessoal online: Prazo de pagamento de 6 a 24 meses. Taxa de juros podem variar entre 1,90% a 9,95% (ao mês). Antes de contratar sua linha de crédito, consulte Custo Efetivo Total, as taxas de juros, tributos, tarifas, pagamentos a terceiros, seguros e demais condições específicas. Exemplo meramente ilustrativo: Valor do Empréstimo: R$ 10.000,00. Prazo: 24 meses. Parcela Mensal: R$655,87. Taxa de Juros Mensal: 3,94 % a.m. Taxa CET Mensal: 3,94%. Taxa CET Anual: 58,99%. Crédito sujeito a análise. Use o crédito de forma consciente.

Empréstimo com garantia de veículo: Somente são aceitos veículos quitados (carros de até 19 anos e veículos utilitários com até 8 anos), em bom estado, atestado por vistoria credenciada da Just. Crédito limitado a 80% do valor de avaliação do veículo, a critério exclusivo da Just. Prazo de pagamento de 12 a 48 meses. Taxa de juros pode variar entre 1,80% a 3,19% (ao mês). Consulte o CET (Custo Efetivo Total) antes de contratar o seu financiamento. Exemplo meramente ilustrativo (não configura oferta): valor veículo R$ 48.000, valor do empréstimo R$ 14.000 + taxa de cadastro R$ 789,00 (quando aplicável) + tarifa de avaliação de bem R$ 250,00 + IOF de R$ 0,00 + registro de R$197,25 = valor total de R$ 15.236,25. Total de 48 parcelas de R$ 499,75. Taxa de juros 2,00% ao mês, 28,83% ao ano. CET operação 33,77% ao ano. Crédito sujeito a análise. Use o crédito de forma consciente. Se beber, não dirija.