Por que faz sentido refinanciar a fatura do cartão de crédito?

Se você não se planejou, teve uma emergência e ficou sem grana pra pagar toda a fatura de cartão de crédito, saiba que isso é perder dinheiro.

A taxa de juros do parcelado ou do rotativo do cartão de crédito é altíssima e pode tornar a sua dívida impagável em pouco tempo. É o famoso efeito “bola de neve”, quando as faturas vão se acumulando mais rápido do que você pode pagar. Uma boa opção é realizar o refinanciamento dos pagamentos atrasados antes que eles fiquem caros demais. Usar o cartão de crédito para fazer compras ou pagar contas deve ser feito de forma consciente e planejada para evitar a inadimplência.

➔ Leia também sobre: 5 dicas para usar o cartão de crédito sem dor de cabeça

Encontre uma maneira de ter o dinheiro para pagar a totalidade da fatura: seja com planejamento financeiro ou com o empurrão de um empréstimo.

Se o controle de gastos não der conta de colocar ordem na situação, fazer um empréstimo pessoal é quase sempre a melhor pedida para sair dessa ciranda de juros porque a taxa é mais barata do que a do cartão de crédito.

➔ Leia também sobre: O que é consolidação de dívidas?

Você consegue pagar de uma vez o que está pendente e começa um novo empréstimo, pagando juros menores e guardando dinheiro no orçamento para outros gastos mensais.

Just Explica :)

Dicas e informações sobre Empréstimo e Finanças!