O que você precisa saber sobre taxa de inadimplência

A inadimplência é um problema para qualquer empresa. Além do estresse e trabalho necessários para normalizar a situação, ela também pode impactar a saúde financeira da companhia.

Se você está lidando com isso, esse artigo pode te ajudar! Aqui você vai ler sobre a taxa de inadimplência, como ela funciona, seu impacto na vida dos consumidores e das empresas e ainda ter algumas dicas sobre como diminuir e evitar esse incômodo.

O que é a taxa de inadimplência

Em resumo, a taxa de inadimplência representa o percentual de clientes que devem pagamentos atrasados para uma empresa. O tempo que é considerado como atraso varia de acordo com o prazo mais adequado a seu negócio, mas em geral são considerados inadimplentes os pagamentos com mais de 90 dias de atraso.

Como calcular a taxa

Se você tem uma empresa e quer saber sua taxa de inadimplência, a fórmula é bastante simples: você precisa somar todos os débitos em atraso e dividir pelo faturamento total no período analisado.

Por exemplo, considere que você queira descobrir a taxa de março. Se, durante o mês, a soma dos pagamentos emitidos foi de R$ 50.000,00 e a soma dos créditos em atraso foi de R$ 1.500,00, o cálculo fica assim: 1.500 ÷ 50.000 = 0,03

Nesse caso, o índice de inadimplência é de 0,03 e pode ser transformado em porcentagem sendo multiplicado por 100, chegando a uma taxa de 3%.

Para que a taxa de inadimplência serve?

Agora que você já tem uma ideia do que é a taxa, é hora de trabalhar suas aplicações. A primeira é entender os déficits financeiros de sua empresa: o dinheiro que deixa de entrar pode fazer falta em investimentos, melhorias e capital de giro, talvez até afetando os recursos necessários para a manutenção do negócio.

Além disso, esse índice também vai afetar diretamente o cálculo dos juros de um empréstimo. Taxas baixas de inadimplência dão maior confiança de pagamento, diminuindo o prejuízo para o credor que assim pode reduzir os juros. Porém, quanto maiores as taxas, maior o risco, fazendo com que os juros cresçam.

Como reduzir a inadimplência

Essa questão pode ser trabalhada de dois ângulos diferentes. Do ponto de vista pessoal, vale repetir as dicas que já foram postadas no Blog: faça um levantamento de seus gastos, reduza ou elimine compras desnecessárias, tome cuidado com compras parceladas e tenha seu objetivo financeiro sempre em mente.

➔ Leia também sobre: Empréstimo x hábitos financeiros: o que fazer para evitar dívidas?

Já para empresas, existem algumas precauções que você pode tomar para evitar a inadimplência.

Ofereça descontos para pagamentos à vista

Incentivar compras pagas em uma única parcela imediata vai garantir a entrada do dinheiro, reduzir as perdas com falta de pagamentos e ainda atrair clientes, sendo uma ótima opção para evitar problemas com inadimplência.

Outra alternativa boa de pagamento, caso parcelas sejam necessárias, é o cartão de crédito, pois assim você garante que receberá o dinheiro ao transferir o risco de inadimplência para o banco responsável.

Tenha um controle dos seus clientes

Manter um cadastro com dados atualizados ajuda a cobrar seus clientes, caso necessário, e saber o histórico de pagamento e/ou score de crédito de um potencial comprador pode ser decisivo para fazer ou não negócios.

➔ Leia também sobre: Tudo o que você precisa saber sobre score de crédito

Just Explica :)

Dicas e informações sobre Empréstimo e Finanças!