3 sinais de que você precisa de um empréstimo!

Você também pode ouvir esse texto! Experimente:

Pegar dinheiro emprestado nem sempre é sinônimo de descontrole no orçamento. Em algumas situações, o empréstimo ajuda a organizar as contas e até a economizar dinheiro. Veja qual é o seu caso:

Tenho dívidas caras

Trocar juros altos por uma taxa mais barata é uma boa saída pra colocar as finanças em ordem e para economizar dinheiro. É melhor pegar um empréstimo pessoal e quitar pendências no cheque especial ou rotativo do cartão de crédito do que ver a dívida se multiplicar em pouco tempo.

Mas o benefício de trocar dívida caras por baratas pode desaparecer se você não tomar cuidado. Há duas maneiras de fazer essa troca:

Vale a pena

Pegar empréstimo no valor das dívidas caras e quitá-las. No lugar de uma linha cara de crédito, você vai pagar juros mais baixos. Também é mais prático porque você vai deixar de pagar dívidas simultâneas e passar a realizar apenas um pagamento mensal. Entenda mais em consolidação de dívidas.

Não vale a pena

Adquirir o empréstimo no valor das dívidas caras, mas não pagar o que está em atraso e incorporar o dinheiro à renda. O mais provável é que você gaste todo o dinheiro e continue endividado.

Estou pensando em parcelar a fatura do cartão

Pegar um crédito pessoal é mais vantajoso do que parcelar a fatura do cartão se você comparar as taxas - mesmo após a mudança de regras do rotativo, que obriga o consumidor a parcelar a fatura após 30 dias do pagamento mínimo. Essa regra é benéfica porque migra o consumidor do rotativo para o parcelado do cartão, diminuindo a taxa de juros da casa dos 500% ao ano para algo em torno de 150% ao ano. Mesmo assim, ainda é muito mais caro deixar de quitar o total da fatura do cartão de crédito e ser obrigado a parcelar.

Surgiu uma despesa de emergência

Gastos imprevistos e que não podem ser adiados, como algum caso de emergência médica na família, podem aparecer e apertar o orçamento. Primeiro é importante entender se tem alguma outra despesa que você consegue cortar para arcar com a emergência. Avalie também se desfazer de algum bem, até mesmo um veículo, antes de pegar dinheiro emprestado.

Se não for possível, a saída é conseguir dinheiro para pagar. Nestes casos, é difícil escolher com objetividade e você pode acabar contratando uma opção de crédito que não é a melhor para o seu caso. A dica é evitar cair em linhas pré-aprovadas e com taxa de juros altas, como cheque especial ou cartão de crédito, e buscar um empréstimo pessoal.

DESCUBRA SUA TAXA

O processo de contratação é bem simples: em 5 minutos você contrata o empréstimo que mais se encaixa ao seu perfil financeiro. Mas não se esqueça: é importante que seu empréstimo não comprometa mais de 20% da sua renda mensal!

Equipe Just :)

Tirando todas as suas dúvidas sobre empréstimo pessoal